Qual a nossa história
 
A Sociedade Portuguesa de Cardiologia (SPC) foi fundada em 9 de Julho de 1949 e resultou da vontade de um grupo de médicos cardiologistas, ligados a instituições universitárias, de criar uma sociedade científica que pudesse servir de base ao desenvolvimento da Cardiologia portuguesa. A SPC nasce assim numa época de reordenamento internacional, precipitado pelo final da segunda Guerra Mundial, quando alguns médicos portugueses restabelecem contactos com colegas amigos além fronteiras e outros se deslocam ao estrangeiro para fazer estágios, por vezes suportados financeiramente pelo Instituto de Alta Cultura, nascente da Fundação Calouste Gulbenkian.
 
 
 
Sócios fundadores da Sociedade Portuguesa de Cardiologia
 
Apontamentos biográficos relativos aos 17 sócios fundadores da Sociedade Portuguesa de Cardiologia.
 
 
 
Marcos históricos da Sociedade Portuguesa de Cardiologia
 
Play
 
 
 
Órgãos Sociais da Sociedade Portuguesa de Cardiologia: da Fundação ao Presente
 
1ª e 2ª Direcções (1949-1953)

Presidente: João Porto
Vice-Presidentes: M. Cerqueira Gomes, João Cid dos Santos
1º Secretário: Arsénio Cordeiro
2º Secretário: Antunes de Azevedo
Tesoureiro: Pedro Madeira Pinto
 
 
 
Entrevistas a Ex-Presidentes da Sociedade Portuguesa de Cardiologia
Excertos do livro A Missão
 

Por ocasião do XXXV Congresso Português de Cardiologia, realizado em 2014, foi editado o livro A Missão. Deste livro constam diversas entrevistas a ex-presidentes da Sociedade Portuguesa de Cardiologia, as quais retratam a história mais recente desta Sociedade.

 
 
 
Microsite do 65º Aniversário da SPC
 

A comemoração do 65º aniversário da Sociedade Portuguesa de Cardiologia decorreu na Casa do Coração, sob o lema "Analisar o Passado, Construir o Presente, Perspectivar o Futuro"O microsite do evento contém os vídeos das apresentações realizadas nessa ocasião.

 
 
 
Homenagem a Sócios da Sociedade Portuguesa de Cardiologia
 
   


Professor Doutor Manuel Ramos Lopes (1920-2008)
Presidente da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (1981-1983)

No dia 20 de Novembro de 2009, por ocasião do Fórum da Sociedade Portuguesa de Cardiologia, em Coimbra, a Direcção decidiu homenagear o Prof. Doutor Manuel Ramos Lopes, tendo estado presentes a sua viúva e familares mais próximos, bem como muitos colegas e amigos.

O Presidente da Sociedade, Prof. Manuel Antunes, após cumprimentar a família e proferir algumas palavras em memória do homenageado, anunciou que a Sala da Direcção, na Delegação de Coimbra da SPC, passaria a designar-se "Sala Prof. Ramos Lopes", tendo exibido a respectiva placa.
Seguidamente convidou o Prof. Henrique Vilaça Ramos a usar da palavra, que com emoção recordou o saudoso Prof. Ramos Lopes:

"A Sociedade Portuguesa de Cardiologia entendeu prestar homenagem neste Forum a um dos seus mais distintos membros, o Prof. Doutor Manuel Miranda Ramos Lopes. Para o efeito, o seu Presidente, Sr. Prof. Doutor Manuel Antunes, pediu-me que aqui proferisse breves palavras recordando o homenageado."

     
   
Professor Doutor Salomão Sequerra Amram (1923-2013)
Presidente da Sociedade Portuguesa de Cardiologia (1985-1987)

Salomão Sequerra Amram, estimado entre pares enquanto detentor de uma elevada proficiência clínica e de um alto grau de exigência e de rigor no desempenho da profissão médica, foi Professor Catedrático de Medicina da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa.
Desempenhou o cargo de Director do Serviço de Cardiologia Médico-Cirúrgica do Hospital de Sta Maria, tendo sido o introdutor em Portugal da técnica do cateterismo cardíaco esquerdo por via trans-septal, de forma pioneira na Europa. Foi um dos percursores da arritmologia e pacing entre nós. Pela sua acção, contribuiu, de forma decisiva, para a afirmação deste centro como uma referência da cardiologia Portuguesa.

     
 
 
 
Evolução dos logotipos da SPC
 
Imagens Logos