Iniciativas SPC

 

 
 
 
Carta do Coração

«Toda a criança nascida no novo milénio tem o direito de viver pelo menos até aos 65 anos sem sofrer de uma doença cardiovascular evitável.» Nesta afirmação, tão simples quanto ambiciosa, está definido o objectivo da Carta Europeia para a Saúde do Coração – ou mais simplesmente a Carta do Coração –, primeiro documento doutrinário, global, destinado a combater a doença cardiovascular na Europa.

A Sociedade Portuguesa de Cardiologia subscreve este documento e, devidamente mandatada pela Sociedade Europeia de Cardiologia, tem estado a divulgá-lo entre a comunidade – na área clínica, no plano social e no meio político – convicta da sua contribuição para o controlo de uma epidemia que é a primeira causa de morte entre os europeus – cerca de dois milhões/ano, só na União Europeia.

Também em Portugal a doença cardiovascular é a primeira causa de morte, sendo responsável por cerca de 36% de todos os óbitos ocorridos anualmente, uma taxa superior à do conjunto de todas as formas de cancro.


Com o apoio de: Pfizer
BemMeQuero
É um programa destinado à educação das mulheres portuguesas e à sensibilização dos profissionais de saúde para as doenças cardiovasculares, factores de risco e medidas preventivas a desenvolver. A Sociedade Portuguesa de Cardiologia tem a responsabilidade deste Programa, juntamente com a Pfizer e uma Comissão de Apoio da Iniciativa Nacional de Prevenção Cardiovascular na Mulher, presidida pela Dra. Maria José Ritta.

Com o apoio de: Novartis
Passaporte para a Vida
Passaporte para a Vida é um programa educacional de esclarecimento das doenças cardiovasculares destinado a doentes submetidos a Angioplastia Coronária. Esta iniciativa realizada pelo Grupo de Estudo de Hemodinâmica e Cardiologia de Intervenção, com o apoio da Novartis, conta com a colaboração dos médicos e outros profissionais de saúde das Unidades de Intervenção Coronária e pretende chegar aos doentes tratados em todo o país.

Hipercolesterolemias Genéticas
Este é um site interactivo, dedicado ao público, onde variados especialistas escrevem sobre hábitos saudáveis e divulgam informação sobre as hipercolesterolemias genéticas e o seu elevado risco cardiovascular. Tem também uma área muito importante reservada aos profissionais de saúde onde se faculta informação actualizada sobre o diagnóstico e terapêutica das hipercolesterolemias genéticas bem como informação sobre a investigação científica efectuada no país nesta área.