Perguntas Frequentes

QUAIS SÃO AS CAUSAS MAIS COMUNS DAS DOENÇAS CARDIOVASCULARES?

Muitos fatores de risco podem ser enumerados como precedentes das Doenças Cardiovasculares (DCVs).
Alguns indivíduos nascem com predisposição genética para o desenvolvimento de patologias cardiovasculares. No entanto, a maioria da população desenvolve Doenças Cardiovasculares devido a uma combinação de fatores de risco, tais como: dieta pouco saudável, falta de exercício físico, hábitos de tabagismo, Hipertensão Arterial, Colesterol Elevado, Diabetes Mellitus, entre outros. Quanto maior o número e a gravidade dos fatores de risco acumulados, maior o risco de desenvolver doenças cardiovasculares.

O QUE É O COLESTEROL??

O Colesterol é uma substância que integra as membranas celulares, e é utilizado na composição de várias hormonas essenciais. O Colesterol é produzido no fígado sendo, também, absorvido a partir da gordura animal ingerida na dieta do indivíduo.
Esta molécula é transportada por lipoproteínas (moléculas que transportam gorduras), de que se salientam:

Lipoproteínas de Baixa Densidade (Low Density Lipoproteins – LDL)
Lipoproteínas de Alta Densidade (High Density Lipoproteins – HDL)

Em situação de concentrações elevadas de LDL, o colesterol começa a depositar-se na parede das artérias, formando placas que podem evoluir, bloqueando progressivamente o fluxo sanguíneo ou causando enfarte do miocárdio ou AVC quando sofrem uma rotura.

O QUE SÃO OS TRIGLICÉRIDOS??

Triglicéridos são outro tipo de lípidos (gorduras) que circulam na corrente sanguínea em lipoproteínas, e estão associados à energia muscular. Níveis elevados de Triglicéridos induzem uma redução dos níveis de Colesterol HDL e aumentam o risco de Doença Cardiovascular. Em casos mais raros, valores muito expressivos podem causar Pancreatite.

QUAL A LIGAÇÃO ENTRE A HIPERTENSÃO ARTERIAL E AS DOENÇAS CARDÍACAS?

A Tensão Arterial é a força exercida pela corrente sanguínea nas paredes das artérias.

A Hipertensão Arterial surge quando a parede das artérias perde elasticidade, tornando-se rígida. Obriga o coração a realizar um esforço superior para exercer a sua função de bombear o sangue. A Hipertensão Arterial enfraquece os vasos tornando-os mais susceptíveis a desenvolver Aterosclerose e a sofrer rotura.

QUAIS AS IMPLICAÇÕES DO TABAGISMO NAS DOENÇAS CARDIOVASCULARES?

Fumar lesa o revestimento interno das artérias, facilitando a formação de placas de Aterosclerose e a ocorrência de espasmos nas artérias, como por exemplo nas coronárias. No decorrer do gesto de fumar, fruto do efeito da nicotina, verifica-se um aumento transitório da pulsação e da pressão arterial.

QUAL A RELAÇÃO ENTRE A ALIMENTAÇÃO E O DESENVOLVIMENTO DAS DOENÇAS CORONÁRIAS?

Uma alimentação rica em gordura animal e pobre em vegetais e frutas está fortemente associada a um elevado risco de Doenças Cardiovasculares.
A adoção de dietas com baixo teor lipídico e sal, ricas em sementes, vegetais e frutas, têm um papel protetor do organismo a longo prazo.

Estão as mulheres mais protegidas das doenças coronárias devido aos Estrogénios?
Os Estrogénios são hormonas femininas que estão implicadas no aumento dos níveis de Colesterol HDL, que protege as mulheres durante o seu período fértil. No entanto, após a menopausa, a prevalência de doenças cardiovasculares em mulheres iguala a dos homens.

Os efeitos favoráveis dos Estrogénios são menos evidentes nas mulheres diabéticas.

OS SINTOMAS VARIAM ENTRE HOMEM E MULHER?

Os sintomas de ataque cardíaco nos homens incluem: dor ou desconforto no peito, dor no braço esquerdo ou na mandíbula, e dificuldade em respirar.

A mulher, em particular quando a idade é avançada, pode sentir um desconforto geral, semelhante a uma indigestão, sensação de ansiedade inesperada, náuseas, tonturas, palpitações, e/ou suores frios.

Os primeiros ataques cardíacos manifestados em mulheres são, tendencialmente mais fortes, e apresentam maior índice de mortalidade, do que os ataques cardíacos manifestados em homens.