A APIC nos Media

Entrevista ao Dr. Rui Campante Teles, presidente da APIC

28-07-2016

"Um em cada 15 portugueses com mais de 80 anos sofre de estenose aórtica. A doença limita as capacidades e pode ser fatal. Está relacionada com o estreitamento da válvula que conduz o sangue ao coração. Em alguns casos o tratamento passa pelo implante de uma nova válvula", noticiou a RTP3, aquando da entrevista realizada ao Dr. Rui Campante Teles, presidente da APIC, no programa Bom Dia Portugal, no passado dia 26 de Julho.

Para ver a entrevista completa e saber mais sobre este importante tema carregue por favor no vídeo.



 

Programa "Diga Doutor" abordou temas da cardiologia de intervenção


O programa "Diga Doutor", emitido aos sábados na RTP1, pretende aumentar o conhecimento da população sobre as mais variadas questões médicas, anunciando na sua sinopse que "se estamos mais informados, ficamos mais preparados para cuidar do nosso bem estar". Apresentado pelo médico de clínica geral João Ramos, o programa tem também espaço do esclarecimento de dúvidas dos telespetadores sobre doenças, bons hábitos e qualidade de vida, formas de prevenção e tratamentos.

A edição do "Diga Doutor" do passado dia 5 de março, abordou várias temáticas da cardiologia: doença coronária aguda, enfarte agudo do miocárdio e cirurgias cardíacas. Hélder Pereira, diretor do serviço de cardiologia do Hospital Garcia de Orta , foi o convidado deste programa onde se destacou, entre outros temas, a importância da cardiologia de intervenção.

Sendo um programa destinado a um público alargado e indiferenciado, os temas foram naturalmente abordados da forma o mais simples possível, podendo inclusivamente ser útil a sua partilha junto dos seus doentes, amigos e conhecidos.

Pode ver este programa aqui.
 

Reportagem do Correio da Manhã abordou o Enfarte Agudo do Miocárdio


"Enfarte - Sequelas revertidas com cuidados rápidos" é o título da reportagem feita pelo Correio da Manhã, no passado dia 5 de março. Este trabalho aborda o Enfarte Agudo do Miocárdio, onde a rapidez da intervenção cardiovascular, a aplicação do stent e o uso correto do número Europeu de emergência - 112 são temas de analisados.

Poderá ainda ficar a conhecer o caso de uma vítima de Enfarte que na primeira pessoa conta o seu caso: "achava que era uma má disposição e cheguei a beber uma garrafa de água com gás". Um exemplo elucidativo do desconhecimento, ainda generalizado junto da população, sobre os sinais e sintomas de enfarte e da melhor forma de agir.

Veja aqui esta reportagem.
 

Presidente da APIC em entrevista à LIVE Cardiovascular: "Tudo o que fazemos tem como objetivo principal tratar e ajudar os doentes"


A mais recente edição da revista LIVE Cardiovascular, publicada no passado dia 24 de fevereiro de 2016, dá a conhecer uma entrevista de fundo com o presidente da Direção da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC). Nesta entrevista Rui Campante Teles dá conta que a APIC tem em desenvolvimento "um programa multifacetado e muito ambicioso, no sentido de concretizarmos vários projetos que têm estado a ser desenvolvidos, ao longo dos anos, na comunidade da Cardiologia de Intervenção".

Na entrevista é feita uma panorâmica dos vários projetos que têm sido desenvolvidos pela APIC, desde o Encontro Anual da Associação, o Day at the Cath Lab e a Women's Initiatives, entre outras. O programa do mandato iniciado em abril de 2015 é "multifacetado e muito ambicioso", diz Rui Campante Teles. Leia aqui esta entrevista.
 

Jornal de Notícias acompanhou o trabalho da sala de hemodinâmica do Hospital de Santo António


"Tempo é músculo. Tempo é vida. Na sala de hemodinâmica do Hospital de Santo António, no Porto, trabalha-se contra o tempo para salvar mais um coração, esse músculo que comanda a vida".

Assim começa a reportagem que o Jornal de Notícias realizou com a cardiologia de intervenção do referido Hospital, dando a conhecer o trabalho que aí se realiza. Esta reportagem dá especial enfoque ao tratamento do Enfarte Agudo do Miocárdio, recordando que 63% dos doentes que sofrem um enfarte não chamam o INEM.

João Brum da Silveira, cardiologista de intervenção e membro da Direção da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular, deixa o alerta aos leitores: "Não dá para pedir à mulher para fazer uma massagem ou tomar um chazinho a ver se a dor passa". O importante mesmo é não desvalorizar os sinais e sintomas e ligar 112.

Leia aqui esta reportagem
 

TSF em reportagem na sala de hemodinâmica do Hospital de Santo António


"Na sala de hemodinâmica do Hospital de Santo António, faz-se cirurgia de filigrana. João Silveira é o cardiologista que coordena a equipa. Estão cinco pessoas à volta deste doente que é operado apenas com anestesia local. Uma operação destas custa ao Estado, em média, entre 8 a 10 mil euros. O doente só paga a taxa moderadora."

A estação de rádio TSF esteve na sala de hemodinâmica do Hospital de Santo António e assistiu a uma angioplastia. Uma reportagem sobre um dos procedimentos de referências da cardiologia de intervenção e sobre o Enfarte Agudo do Miocárdio.
Recorde-se que apenas 37% dos doentes que sofrem um enfarte ligam para o Número Europeu de Emergência - 112 - para receber assistência. E os doentes demoram em média 90 minutos a pedir ajuda.
Uma dor no peito deve ser despistada, porque pode fazer a diferença entre a vida e a morte. É esta a mensagem que a iniciativa Stent for Life, promovida pela Associação Portuguesa de Cardiologia de Intervenção (APIC), quer fazer passar. Oiça, no link que lhe disponibilizamos, a reportagem da TSF, da autoria da jornalista Bárbara Baldaia.

Link para a reportagem da TSF:
http://www.tsf.pt/sociedade/saude/interior/chegar-ao-coracao-pelo-braco-4861207.html
 

Porto Canal dedicou dois programas ao Enfarte Agudo do Miocárdio


O Porto Canal abordou recentemente a temática do Enfarte Agudo do Miocárdio (EAM). Em dois programas distintos, falou-se do Enfarte e do “Stent for Life”, com diversas referências também ao papel da APIC na promoção desta iniciativa que pretende aumentar o conhecimento da população para os sintomas do enfarte e sobre a melhor forma de agir.
Os dois programas em questão foram os seguintes:

Grandes Manhãs
Programa diário e em direto que tem como objetivo aproximar e ajudar de forma positiva todos os seus telespectadores. Conta para isso com rubricas diárias relacionadas com astrologia, veterinária, etiqueta, beleza, decoração, dança, música, ginástica, gastronomia, bricolage, saúde, finanças, advocacia, entre outros.
Em estúdio estiveram Fernando Taveira, doente que sofreu um Enfarte, e Sofia de Mello, gestora nacional do "Stent for Life". Pode ver este vídeo aqui: http://portocanal.sapo.pt/um_video/0PYkNi9sqREO1ococCiP

Consultório
Programa diário sobre saúde e medicina. Todos os dias os especialistas convidados, na primeira parte do programa, falam sobre as doenças que mais afetam a população portuguesa.
O médico João Brum da Silveira, cardiologista de intervenção e membro da direção da APIC, explicou quais os sinais e sintomas e o que fazer em caso de Enfarte. São 20 minutos de programa bastante informativos e de grande utilidade para a população.
Pode ver este vídeo aqui: http://portocanal.sapo.pt/um_video/7h9fW9Ct7c4UEY4WSiMe

Estes dois programas informam os cidadãos de forma muito simples e assertiva sobre o EAM. Fica aqui o convite para que os veja e partilhe com os seus amigos e conhecidos nas redes sociais, pois trata-se de informação de grande utilidade e que pode salvar vidas.

 

SIC Notícias abordou Enfarte Agudo do Miocárdio com a presença do presidente da APIC


Rui Campante Teles, presidente da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC), esteve na SIC Notícias para falar do Enfarte Agudo do Miocárdio (EAM). Na Edição da Manhã de dia 6 de julho do referido canal televisivo, o médico cardiologista abordou diversos temas relacionados com o EAM, passando pelos sintomas que devem ser do conhecimento da população e do tratamento mais eficaz para esta doença.
Sendo a entidade que desenvolve em Portugal a iniciativa "Não perca tempo. Salve uma vida!", o projeto Stent for Life foi outro dos temas desta entrevista televisiva.

Veja a entrevista no site da SIC Notícias ou no YouTube Stent for Life.