D@CL - Day at the Cat Lab

O "Day at the Cath Lab" está de volta!
D@CL - Hospital Santa Marta: intervenção não coronária (leaks e MCHO)

06-09-2016

Caro sócio(a) da APIC:

Após o Verão, o D@CL está de volta. A próxima edição ocorrerá já no próximo dia 23 de Setembro, no laboratório de Hemodinâmica do Hospital de Santa Marta, Centro Hospitalar de Lisboa Central e será um dia dedicado a intervenção não coronária, incluindo tratamento percutâneo de leaks paravalvulares e de miocardiopatia hipertrófica obstrutiva.

Os D@CL são oportunidades únicas de adquirir e/ou partilhar conhecimento e experiência com colegas dedicados a um determinado tema. Tratam-se de eventos de cariz prático, tipo hands-on, com os laboratórios de Hemodinâmica a funcionar como se de um dia normal de trabalho se tratasse.

Neste contexto, o número de inscrições é obrigatoriamente limitado, pelo que não perca tempo em efectuar a pré-inscrição online aqui, através do site da APIC ou página da APIC no Facebook.

Pode consultar o programa preliminar clicando aqui.

A Direcção da APIC
 

D@CL – HOSPITAL DE SANTO ANTÓNIO: CTO’s
3 perguntas a João Brum Silveira*

24-08-2016

*O Dr. João Brum Silveira é cardiologista de intervenção e exerce funções no laboratório de hemodinâmica do Hospital de Santo António, no Porto. Tem sido responsável pela implementação de um programa de tratamento de oclusões crónicas no seu laboratório, com o objectivo de tratar mais oclusões crónicas, com elevadas taxas de sucesso e em segurança. O último D@CL decorreu precisamente no Hospital de Santo António e contou com a presença do Dr. James Spratt, de Edimburgo.

- Considera que o D@CL: CTO que decorreu no passado dia 22 de Junho no Hospital de Santo António foi um sucesso?

O D@CL, que decorreu no Centro Hospitalar do Porto, Hospital de Santo António, foi um sucesso a todos os níveis.
O tema das oclusões crónicas é muito apelativo à comunidade da Cardiologia de Intervenção. Houve uma adesão em grande escala por parte dos colegas, bem como um interesse particular na discussão e participação nos casos que preparámos. Obtivemos 100% de sucesso nos 3 casos, sem complicações.

- Na sua opinião, qual a relevância das oclusões crónicas e do seu tratamento no quotidiano actual dos laboratórios de Cardiologia de Intervenção?
As oclusões crónicas são a “last frontier “ na Cardiologia de Intervenção. A verdade é que são o sub-grupo de lesões menos abordadas nos Laboratórios de Hemodinâmica. Em geral, tratamos apenas 10% de doentes com estas lesões. Os motivos são diversos.
Por conseguinte, constituem uma das principais causas para orientar o doente para Cirurgia de Revascularização do Miocárdio. Para além disso, os Cirurgiões na maioria dos casos não tratam estas lesões, o que tem um impacto prognóstico negativo para os doentes quando analisamos os ensaios de revascularização do miocárdio. Perante este cenário temos de mudar a nossa atitude e tratar cada vez mais doentes.

- Porquê a escolha do Dr. James Spratt como convidado para este D@CL?
O colega James Spratt e o grupo do Reino Unido, nomeadamente Londres e Belfast, têm sido os nossos orientadores desde que iniciámos o programa do “Hybrid Approach”. Por esse motivo, criámos uma profunda amizade e admiração pelo James, em particular, e a sua visita ao Porto foi o concretizar de um desejo por ele manifestado há muito tempo. Para nós foi um prazer enorme tê-lo connosco, uma vez que é um dos melhores operadores de oclusões crónicas, bem como um dos melhores Proctores do mundo, algo que os presentes puderam testemunhar. Para o James as oclusões crónicas não são mais do que lesões complexas, o que se verifica quando fazemos uma formação “step by step”, trabalhando com uma equipa que envolve o Laboratório e o Serviço.

O próximo D@CL ocorrerá no dia 23 de Setembro, no Hospital de Santa Marta, e o tema será “leaks para-valvulares”. Em breve será disponibilizada a possibilidade de pré-inscrição online via e-mail a todos os sócios da APIC. A pré-inscrição também poderá ser efectuada no site da APIC ou na página do Facebook.
 

Última edição "Day at the Cath Lab"

05-07-2016
 

Decorreu no passado dia 22 de Junho a mais recente edição da iniciativa da APIC "Day at the Cath Lab" (D@CL).

Desta vez, o tema foi “Angioplastia de Oclusões Totais Crónicas” e decorreu no Centro Hospitalar do Porto - Hospital de Santo António, com organização do Professor Doutor Henrique Cyrne de Carvalho, coordenador da Unidade de Intervenção Cardiovascular (UNIC).

Esta edição do D@CL contou com a presença do Dr. James Spratt, de Edimburgo, especialista de renome no tratamento de oclusões totais crónicas (CTO). Foi feita uma palestra inicialmente pelo Dr. João Brum Silveira sobre a abordagem híbrida no tratamento de CTO’s, explicando as diferentes estratégias dentro dos binómios wire escalation vs dissecção-reentrada e abordagem anterógrada vs retrógrada e quais as características de cada oclusão que farão optar por uma ou outra estratégia inicial.

Após a apresentação prévia dos casos clínicos e discussão sobre a abordagem a utilizar, foram tratados, com sucesso, 3 doentes com CTO’s complexas: o primeiro caso tratado por via anterógrada, com wire escalation e utilizando a técnica de Corlino para conseguir recanalizar a CTO; o segundo caso através de dissecção e reentrada por via retrógrada e utilização da técnica reverse CART para obtenção de um loop coronário; e o terceiro caso através de dissecção e reentrada por via anterógrada utilizando a técnica de recanalização Crossboss® e Stingray®. Houve ainda espaço para discussão de ideias e de outros casos clínicos com o Dr. James Spratt. Foi, portanto, uma experiência extremamente rica em termos técnicos no tratamento de CTO’s e que, tal como nas outras edições, ocorreu em contexto prático, tipo “hands-on”, tendo sido uma excelente oportunidade de aquisição de novos conhecimentos e partilha de experiências adquiridas. Tudo isto num ambiente informal com boa disposição e camaradagem, como se de um dia de funcionamento normal do laboratório se tratasse, o que contribuiu para o enriquecimento da experiência.

No final do dia foi ainda possível acompanhar a passagem da Selecção Nacional aos oitavos de final do Euro 2016!

Agradecemos ao Professor Doutor Henrique Cyrne de Carvalho a organização do evento bem como a toda a equipa da UNIC do Hospital de Santo António pela disponibilidade para bem receber os intervenientes.

Consideramos que este evento foi um sucesso e muito útil para todos os participantes.

A data e local de realização do próximo D@CL serão anunciados em breve. Tal como para as edições prévias, os interessados em participar poderão efectuar a pré-inscrição online através de um link disponibilizado previamente, via mail, a todos os sócios da APIC.

 

 

 

 

Nova edição do D@CL "Day at the Cath Lab" - 22 de junho - Porto

31-05-2016
No próximo dia 22/6 decorrerá no Hospital de Santo António, no Porto, mais um D@CL, que desta vez terá como tema a angioplastia de oclusões totais crónicas.

Neste dia, contaremos com a presença do Dr. James Spratt, de Edimburgo, e especialista de renome no tratamento destas lesões.

A iniciativa da APIC denominada "Day at the Cath Lab" ou "D@CL" pretende juntar numa sala de hemodinâmica peritos num determinado tema e cardiologistas de intervenção interessados em adquirir conhecimento nessa área. Isto decorrendo num contexto prático, tipo "hands-on", como se de um dia normal de funcionamento do laboratório se tratasse. Para referência, pode obter informações sobre os D@CL já efectuados no passado no site da APIC ou na nossa página do Facebook.

Pode consultar o programa preliminar, clicando aqui.

Com recepção aos participantes agendada para as 09h00, o final da formação acontecerá às 17h00. Recordamos que o número de participantes é limitado, sendo necessária inscrição prévia que pode ser feita aqui.
 

Última edição "Day at the Cath Lab" em imagens

13-04-2016
Decorreu no passado dia 7 de Março a mais recente edição da iniciativa da APIC "Day at the Cath Lab" (D@CL).

Desta vez, o tema foi “Angioplastia carotídea e via radial” e decorreu no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra – Hospital Geral, com organização do Dr. Marco Costa, coordenador da Unidade de Intervenção Cardiovascular (UNIC).

Tal como nas outras edições, foi uma excelente oportunidade para, de uma forma muito prática, num ambiente de laboratório de hemodinâmica, ter contacto próximo com esta técnica, adquirindo novos conhecimentos e/ou partilhando a experiência adquirida com outros operadores experientes.

Neste D@CL foram tratados por via radial com sucesso dois doentes com estenoses carotídeas através de implantação de stents com protecção embólica. Houve ainda uma sessão de “tips & tricks” apresentada pelo Dr Marco Costa sobre a utilização da via radial para este procedimento e uma palestra sobre “Protecção embólica” dada pelo Dr. Hilário Oliveira, cardiologista de intervenção da UNIC.

Consideramos que este evento foi um sucesso e muito útil para todos os participantes.

Agradecemos ao Dr. Marco Costa a organização do evento bem como a toda a equipa da UNIC pela forma simpática e cordial com que receberam os participantes, o que permitiu que o evento decorresse num ambiente informal e de camaradagem, facilitando a aquisição de conhecimentos.
Prevê-se que o próximo D@CL decorra no Hospital de Santo António, no Porto e seja sobre “Oclusões Totais Crónicas” no final do mês de Junho. Tal como para as edições prévias, os interessados em participar poderão efectuar a pré-inscrição online através de um link disponibilizado previamente, via mail, a todos os sócios da APIC.

   

   

   

   

   
 

Nova edição do "Day at the Cath Lab" - 7 de abril - Coimbra

02-04-2016
"Angioplastia carotídea e abordagem por via radial" é o tema da próxima edição do "Day at the Cath Lab" (D@CL) e que vai ter lugar no próximo dia 7 de abril de 2016. O Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra - Hospital Geral, através da Unidade de Intervenção Cardiovascular, vai receber esta iniciativa formativa da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC).

O D@CL é uma oportunidade única para partilhar e adquirir experiência nos temas abordados, numa lógica hands-on com as técnicas de Cardiologia de Intervenção. Os participantes são integrados na equipa de hemodinâmica como se de um dia normal de funcionamento se tratasse.


Recorde-se que a APIC organizou já os seguintes D@CL:
- No dia 6 de Novembro de 2015, no Hospital do Espírito Santo, em Évora, com o tema "BVS meets OCT";
- No dia 3 de Dezembro de 2015, no Centro Hospitalar Lisboa Ocidental - Hospital de Santa Cruz, em Carnaxide, com o tema "Intervenção estrutural não valvular : prevenção do AVC por encerramento do apêndice auricular e tratamento percutâneo da miocardiopatia hipertrófica".
- No dia 2 de Março de 2016, no Centro Hospitalar Lisboa Norte – Hospital de Santa Maria, com o tema "Próteses aórticas percutâneas: one type fits all?"

O D@CL que se vai realizar em Coimbra tem recepção aos participantes agendada para as 08h30, a final da formação acontecerá às 12h30. Recordamos que o número de participantes é limitado, sendo necessária inscrição prévia que pode ser feita aqui. Consulte aqui o Programa.
 

Nova edição do D@CL: "Próteses aórticas percutâneas: one type fits all?"

23-02-2016
A Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) organiza no próximo dia 2 de Março um novo “Day at the Cath Lab” (D@CL). A terceira edição desta iniciativa vai ter lugar no Centro Hospitalar Lisboa Norte – Hospital de Santa Maria.

"Próteses aórticas percutâneas: one type fits all?". É este o tema de uma nova edição do D@CL, iniciativa da APIC que nas duas primeiras edições foi bastante elogiada pelos participantes.

Trata-se de uma oportunidade única de partilhar e adquirir experiência nos temas abordados, não sendo frequentes as oportunidades de estar em tanta proximidade com as técnicas de Cardiologia de Intervenção. O D@CL decorre numa lógica em que os participantes são integrados na equipa de hemodinâmica como se de um dia normal de funcionamento se tratasse, ou seja, uma formação do tipo hands-on.

A sessão que vai decorrer no próximo dia 2 de Março, no laboratório de hemodinâmica do Centro Hospitalar Lisboa Norte - Hospital de Santa Maria, tem início agendado para as 9 horas e terminará às 16 horas. Vasco da Gama Ribeiro, Pedro Canas da Silva e Lino Patrício, reputados cardiologistas de intervenção, vão ter a seu cargo os três painéis do encontro, cada um incluindo a discussão de aspetos técnicos e a análise de um caso clínico. Pode consultar aqui o Programa.

Recorde-se que decorreram já os seguintes D@CL:
- No dia 6 de Novembro de 2015, no Hospital do Espírito Santo, em Évora, com o tema "BVS meets OCT";
- No dia 3 de Dezembro de 2015, no Centro Hospitalar Lisboa Ocidental - Hospital de Santa Cruz, em Carnaxide, com o tema "Intervenção estrutural não valvular : prevenção do AVC por encerramento do apêndice auricular e tratamento percutâneo da miocardiopatia hipertrófica".

O D@CL é um evento com vagas limitadas, sugerindo-se aos interessados em participar que se pré-inscrevam online através do seguinte link: http://doodle.com/poll/zppkzxivtn29b4cv
 

D@CL no Hospital de Santa Cruz: segunda sessão de iniciativa da APIC foi muito participada

10-12-2015
Realizou-se no passado dia 3 de Dezembro, no Hospital de Santa Cruz – Centro Hospitalar Lisboa Ocidental, em Carnaxide, o segundo evento da iniciativa “Day at the Cath Lab” (D@CL). Desta vez o tema desta iniciativa da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) foi “Intervenção estrutural não valvular : prevenção do AVC por encerramento do apêndice auricular e tratamento percutâneo da miocardiopatia hipertrófica.

No âmbito desta sessão foram apresentados e discutidos dois casos de doentes com indicação para encerramento percutâneo do apêndice auricular, que foram tratados com dois dispositivos distintos, com a participação de dois operadores convidados: Eduardo Infante de Oliveira, do Centro Hospitalar de Lisboa Norte, e Marco Costa, do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, Hospital Geral. Foi também selecionado um doente com miocardiopatia hipertrófica obstrutiva com indicação para tratamento por ablação septal alcoólica por via percutânea, para o qual a APIC contou com a colaboração de um terceiro operador convidado: António Fiarresga, do Centro Hospitalar de Lisboa Central.

Para Renato Fernandes, membro da direção da APIC e responsável pela iniciativa D@CL, “este evento foi um sucesso uma vez que se conseguiu atingir os objetivos que norteiam a iniciativa, nomeadamente um workshop de cariz prático, em que sejam discutidos os casos do ponto de vista clínico e técnico e, acima de tudo, em que haja partilha de conhecimentos e experiência num ambiente informal de funcionamento de um laboratório de hemodinâmica como se de um dia normal se tratasse”. Nesse sentido, refere, “gostaríamos de agradecer a todos os que com a sua presença e participação contribuíram para abrilhantar esta iniciativa”.
Uma palavra de agradecimento igualmente para a equipa da Unidade de Intervenção Cardiovascular do Hospital de Santa Cruz – Centro Hospitalar Lisboa Ocidental, pelo profissionalismo e simpatia com que receberam todos os convidados e participantes. Refira-se que participaram 23 elementos nesta segunda edição desta iniciativa da APIC, número que atesta do interesse que este D@CL suscitou junto dos profissionais.

Fotografias da JustNews, a quem a APIC agradece a cedência das mesmas.
 

D@CL de Évora: balanço muito positivo e próximo evento já na calha

12-11-2015
Decorreu no passado dia 6 de Novembro, no Hospital do Espírito Santo, em Évora, o primeiro evento da iniciativa da APIC denominado “Day at the Cath Lab” (D@CL), com o tema “BVS meets OCT”. Para a organização do evento, esta iniciativa "foi um sucesso".

Destaque para o cariz muito prático, tipo “hands-on”, em que os elementos participantes puderam estar na mesa de cateterismos ou junto à consola de OCT, dentro da sala de hemodinâmica. A ocasião foi ainda aproveitada para apresentar aos participantes o protocolo de um estudo observacional da iniciativa do Prof. Doutor Lino Patrício, que em breve será divulgado para todos os centros e que pretende avaliar por OCT o tratamento de lesões longas com próteses bioabsorvíveis (BVS). Este subgrupo de doentes pode beneficiar particularmente deste tratamento, uma vez que se mantêm em aberto outras alternativas de revascularização no futuro, tem o potencial de eliminar virtualmente as complicações muito tardias (que têm maior probabilidade de ocorrer nos doentes com mais e maior extensão de stents metálicos) e ainda permite à artéria recuperar a sua vasomotricidade e fisiologia normais, o que é particularmente difícil em artérias enjauladas com um “full metal jacket”.
O OCT permite visualizar com grande detalhe as características das lesões, guiar o procedimento e avaliar os resultados imediatos da angioplastia. Pretende-se efetuar a longo prazo um seguimento clínico destes doentes, mas também angiográfico e por OCT para reavaliação das lesões e estudo da absorção das próteses.

A equipa do laboratório de hemodinâmica do Hospital de Évora apresentou também alguns casos de doentes com estas características que já foram tratados no laboratório. Este momento gerou também uma discussão muito interativa e construtiva.
Foram igualmente selecionados e tratados com BVS quatro doentes com lesões longas e todos os procedimentos foram guiados por OCT. Foram implantados uma média de 2,25 BVS por doente, com um comprimento total médio de 54mm por doente.
Em suma, tratou-se de um workshop em que se pretendia que a atividade do laboratório de hemodinâmica se desenvolvesse como se de um dia normal se tratasse. Para além dos elementos da equipa local, estiveram presentes cardiologistas de intervenção de Lisboa, Vila Nova de Gaia e Ponta Delgada. No total, frequentaram o evento 10 elementos, entre intervencionistas séniores, fellows, e internos da especialidade.

Como elemento da direção da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) mais diretamente relacionado com a implementação do programa D@CL e, particularmente como responsável pela organização do evento de Évora, o médico cardiologista Renato Fernandes destaca “o extraordinário empenho do Presidente da APIC, Dr. Rui Campante Teles, em que esta iniciativa tenha sucesso, demonstrado não só pelo apoio e incentivo que tem dado, mas também pelo facto de ter sido o primeiro a fazer a pré-inscrição online para participação no D@CL – Évora”. “Tenho ainda de agradecer o inestimável apoio do Prof. Doutor Lino Patrício, verdadeiro entusiasta destes eventos, e sem o qual não seria possível ter tanto sucesso na iniciativa”, referiu ainda.
Os agradecimentos estendem-se, obviamente, a todos os que aceitaram participar neste D@CL e que contribuíram brilhantemente para o seu sucesso. Bem como aos profissionais da equipa de hemodinâmica do laboratório que acolheu esta primeira organização do D@CL.

O próximo D@CL acontece já no próximo dia 3 de Dezembro, no Hospital de Santa Cruz, em Carnaxide, e terá como tema alargado a intervenção não coronária, onde se vão tratar doentes com fibrilhação auricular e indicação para encerramento do apêndice auricular esquerdo e doentes com miocardiopatia hipertrófica obstrutiva e indicação para ablação septal alcoólica. Será um evento com vagas limitadas, pelo que se sugere que os interessados em participar se pré-inscrevam através da plataforma online cujo acesso será brevemente divulgado por e-mail a todos os sócios da APIC.

Fotografias gentilmente cedidas por JustNews)
 

D@CL: "oportunidade única de partilhar e adquirir experiência"

20-10-2015
Renato Fernandes
Day at the Cath Lab (D@CL) é o nome da mais recente iniciativa da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC), que tem o seu primeiro workshop no próximo dia 6 de novembro, em Évora. Numa "entrevista SMS", Renato Fernandes, médico cardiologista do Hospital de Évora e membro da direção da APIC, fala-nos sobre este evento.


Évora vai acolher o primeiro D@CL. Porquê a escolha deste laboratório de hemodinâmica para o "pontapé-de-saída" desta iniciativa da APIC?
Nos elementos que constituem a equipa de cardiologia de intervenção do Hospital de Évora, encontram-se o Prof. Lino Patrício, que foi o mentor desta iniciativa há uns anos atrás quando era o responsável do Grupo de Estudos de Hemodinâmica e Cardiologia de Intervenção, e eu próprio, como o elemento da atual direção da APIC mais diretamente envolvido na organização destes eventos. Embora o "kick-off" pudesse ser feito em qualquer outro Hospital, achamos que faria sentido ser feito no Hospital do Espírito Santo.

Porquê a escolha do tema "OCT meets BVS"?
O laboratório de Évora tem ganho experiência nos últimos anos na avaliação coronária por OCT (OFDI). O Prof. Lino Patrício fez a sua tese de doutoramento com o uso desta técnica. Os scaffolds reabsorvíveis (BVS) são uma tecnologia promissora e o facto de os dispositivos atuais serem constituídos por um polímero translúcido, permite um estudo muito detalhado por técnicas de imagem que utilizam a luz para a visualização das artérias, como o OCT. Neste sentido, gostaríamos de apresentar aos participantes um protocolo em desenvolvimento no nosso centro, sobre o uso de BVS em lesões coronárias longas (em que o uso de próteses absorvíveis parece lógico e promissor), com as angioplastias guiadas por OCT.

O que podem esperar os participantes?
O objetivo destes workshops é que sejam essencialmente práticos, com discussão de casos clínicos reais, do ponto de vista clínico e técnico, e com a máxima proximidade possível em relação à atividade desenvolvida nesse dia no laboratório. A ideia é que os participantes passem o maior tempo possível dentro da sala de hemodinâmica, numa lógica "hands-on".

De que modo este tipo de iniciativas pode melhorar a prestação dos cardiologistas de intervenção?
Os D@CL são uma oportunidade única de partilhar e adquirir experiência nos vários temas a abordar, não sendo frequentes as oportunidades de estar em tanta proximidade com as técnicas de Cardiologia de Intervenção. Isto numa lógica em que os participantes são integrados na equipa de hemodinâmica como se de um dia normal de funcionamento se tratasse.
 

D@CL: Hospital de Évora acolhe primeira edição de iniciativa pioneira da APIC

12-10-2015
Realiza-se no próximo dia 6 de Novembro de 2015 o primeiro Day at the Cath Lab (D@CL). O objetivo desta iniciativa da Associação Portuguesa de Intervenção Cardiovascular (APIC) é a realização de mini workshops, de cariz eminentemente prático (tipo hands-on), com duração de um dia, a implementar em laboratórios de hemodinâmica em todo o país.

Os workshops envolvem temas atuais da cardiologia de intervenção e serão divididos entre doença coronária, cardiopatia estrutural e intervenção periférica. A ideia principal é que em cada workshop o tema seja a realização de uma técnica que não esteja disponível ou rotinada em cada centro em particular e que se pretenda desenvolver, ou então uma técnica em que haja proficiência no centro e que se pretenda partilhar com outros cardiologistas de intervenção interessados.

Esta iniciativa vai contar com o apoio de cardiologistas de intervenção com experiência nos temas a explorar e a APIC pretende estender a experiência a outros colegas, particularmente jovens cardiologistas de intervenção e/ou que pretendam ganhar experiência em técnicas que queiram implementar nos seus próprios laboratórios. A direção da APIC pretende ainda que esta iniciativa se prolongue para lá do próximo biénio, de forma a que pudesse chegar a todos os laboratórios de hemodinâmica dos hospitais portugueses, sem exceção.

O primeiro D@CL vai ter lugar no laboratório de Hemodinâmica do Hospital do Espírito Santo, em Évora. O tema será a utilização de OCT no tratamento de lesões com stents bioabsorvíveis (OCT Meets BVS).

Dado o evento ocorrer no próprio laboratório de hemodinâmica, o número de participantes será reduzido e variará conforme as condições logísticas de cada centro. Se estiver interessado em participar, pode efetuar a sua pré-inscrição através do seguinte link: http://doodle.com/poll/b53pt4x4k749cduc.